Polícia que imagens para investigar chacina em loja; três eram parentes

Quatro homens morreram; três eram da mesma família. Discussão seria por conta de uma dívida.

Os homens que mataram quatro homens e deixaram um ferido em uma concessionária em Vila Valqueire, no Subúrbio do Rio, fugiram e ainda não foram identificados pela polícia. O delegado da Divisão de Homicídios, Clemente Braune, vai pedir as imagens das câmeras de segurança instaladas na rua para tentar entender como aconteceu o crime.


Polícia que imagens para investigar chacina em concessionária

Pablo Gama da Silva, Douglas Santos da Silva, Willians de Souza Pereira e Tailor Vinícius Pires da Silva morreram. Eles foram até o estabelecimento com Jonathan Julio Gama e mais um homem para cobrar uma dívida de R$ 2 mil que Pâmela Silva, parente deles, havia dado de entrada em um carro que desistiu de comprar.

Donos negaram devolução de dinheiro

Os donos da loja negaram a devolução do sinal e houve uma discussão. Como o grupo não conseguiu resolver o problema na outra loja, foram até outra concessionária à procura de outro carro. De acordo com o delegado, dois homens armados saltaram de um carro preto e efetuaram os disparos contra o grupo de seis pessoas.

Testemunhas contaram à polícia que os homens exigiram que o grupo ficasse de joelhos, e começaram uma série de agressões. Logo depois, atiraram. Avô, sobrinho e amigo da família morreram na hora. Um dos irmãos morreu no hospital.

Jonathan está internado no hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste. Segundo a Secretaria de Saúde, ele levou um tiro no pé. Pâmela Gama Silva sobreviveu e prestou depoimento na Delegacia de Homicídios (DH). Segundo a PM, ela conseguiu se salvar porque disse aos atiradores que não estava com o grupo.

Fonte: G1