Polícia usa o perfil do Facebook para buscar suspeito de matar sua mulher

Um dia antes de morrer, a vítima postou quatro fotos com o filho em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

O perfil no Facebook de Michelle Efigênia de Souza, assassinada na manhã de quarta-feira a tiros na frente do filho de 3 anos, em Campos dos Goytacazes, está sendo usado para buscar informações e ajudar a polícia a localizar o ex-marido da vítima, suspeito de ter cometido o crime. A mensagem, publicada na manhã desta quinta-feira, já teve 38 compartilhamentos. Um dia antes de morrer, a vítima postou quatro fotos com o filho em Cabo Frio, na Região dos Lagos.



Michelle tinha 34 anos, trabalhava como vigia na Prefeitura de Casimiro de Abreu e estava separada há dois meses. ?Ninguém perde por dar amor, perde é quem não sabe receber?, postou a vítima, no Facebook, em 2 de outubro. A mensagem teve três compartilhamentos. Todos feitos após a sua morte.

O corpo dela foi encontrado nesta quarta-feira com várias perfurações, caído na área de serviço de casa em Cruz das Almas, no bairro da Penha, em Campos. Após o crime, o suspeito teria saído da residência com o filho de 3 anos no colo. A criança, entregue a um vizinho, contou a ele o que viu. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito fugiu do local de bicicleta, com a arma usada no crime. O caso está sendo investigado pela 134ª DP (Campos dos Goytacazes).

A polícia acredita que o crime foi praticado após uma discussão. O ex-marido da vítima é músico de uma banda de axé e foi casado com ela por 18 anos.

Fonte: Extra