Polícia vai ouvir garota que sequestrou bebê

Polícia vai ouvir garota que sequestrou bebê

Parentes não sabem se vão processar o hospital

A adolescente de 15 anos que sequestrou um bebê recém-nascido de dentro do hospital maternidade Leonor Mendes de Barros, no Belém, Zona Leste de São Paulo, deve prestar depoimento na quinta-feira (6). A criança foi levada do hospital na terça-feira (4), e voltou para os braços dos pais cerca de seis horas depois.

Ao ter alta do hospital na quarta-feira (5), a mãe do bebê contou como tudo aconteceu. ?Ela ficou o dia inteiro comigo no local e falou que era estagiária e que estava cuidando da nenê. Ela falou que só ia ficar no corredor com minha filha. Foi a hora que entreguei a bebê e realmente vi que ela estava no corredor. Quando voltei, vi que ela não estava mais?.

A adolescente saiu com a recém-nascida dentro de uma sacola. Horas depois, na delegacia, a família da adolescente disse que percebeu o golpe por causa da pulseirinha do hospital. Com um pedido de desculpas, Isadora voltou para os braços da mãe.

A adolescente será ouvida na Promotoria da Infância e da Juventude, como determina a lei - um dia depois de feito o boletim de ocorrência tem que se apresentar. Se a adolescente não for à Promotoria, ela será intimada. Depois de ouvir o depoimento, o promotor sugere uma punição. Todo processo leva, em média, 30 dias para ficar pronto.

Os parentes ainda não decidiram se irão processar o hospital. A Secretaria Estadual de Saúde está investigando o problema da falta de segurança no hospital Leonor Mendes de Barros. A sindicância tem que ficar pronta dentro de um mês.

Fonte: g1, www.g1.com.br