Polícia vai pedir prisão de ex de Mércia

Inquérito do caso também deve ser entregue nesta quinta.

Após o pedido de prisão feito pelo Ministério Público ter sido revogado, a Polícia Civil de São Paulo vai pedir nesta quinta-feira (15) a prisão preventiva de Mizael Bispo dos Santos, indiciado pelo assassinato da ex-namorada, a advogada Mércia Nakashima. Na quarta-feira (14), a Justiça além de revogar a prisão temporária do suspeito também negou o pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público.

A decisão é do juiz Jayme Garcia dos Santos Júnior, de Guarulhos, na Grande São Paulo. No despacho, ele afirma que não há provas suficientes para a prisão do suspeito, porque o inquérito não foi encerrado e Mizael nem foi denunciado à Justiça para que seja processado.

Para o juiz, o Ministério Público teve postura ambígua ao analisar o caso. Ele cita trechos do pedido de prisão preventiva feito pelo promotor, que foi contra a manutenção da prisão temporária de Mizael, alegando que todo acusado deve responder ao processo em liberdade.

A prisão seria uma exceção. Ao mesmo tempo, a promotoria diz que isso não significa que o suspeito deve permanecer solto.

Apesar de não ser mais foragido, Mizael foi indiciado na quarta por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Nesta quinta, além de pedir a prisão, a polícia vai entregar o inquérito do caso para a Justiça.

Fonte: g1, www.g1.com.br