Policiais acusados de assassinar universitário podem ir a júri popular no MA

O corpo do estudante Ivanildo Júnior foi encontrado pela própria família

Os acusados de assassinar o estudante Ivanildo Júnior, em setembro do ano passado, podem ser levados a júri popular. Passados quatro meses do crime, os três acusados podem sentar em breve no banco dos réus.

Mas a sindicância aberta pela Polícia Militar para investigar os dois PMs envolvidos no crime até hoje não foi concluída.

<b>RELEMBRE O CASO</b>

O corpo do estudante Ivanildo Júnior, que estava desaparecido desde o sábado passado (13) foi encontrado pela própria família, na Estrada do Arroz (foto), no início da tarde de hoje.

O corpo estava enterrado em uma cova rasa próximo ao local onde o carro do estudante foi localizado pela polícia na Estrada do Arroz.

A informação sobre o achado do corpo foi passada pelo pai do estudante ao comandante da Polícia Militar, Coronel Melo.

Ivanildo Júnior estava desaparecido desde a noite do último dia 13, quando foi abordado por dois policiais no Centro da cidade. Os militares identificados como Antônio Ribeiro Abreu e Smile Araújo Carvalho permanecem presos no Quartel do 3º Batalhão de Imperatriz. O Coronel Melo afirmou que os dois estão presos administrativamente e garantiu que serão excluídos da Corporação caso seja constatada a participação deles no crime.

A polícia deve realizar a reconstituição da abordagem dos policiais na próxima terça-feira.

Fonte: Imirante, www.imirante.com.br