Policiais civis prometem paralisar atividades em Teresina

O Ministério Público deve ser acionado e investigará o caso

Os policiais civis dos distritos policiais de Teresina foram para as ruas para realizarem ações ostensivas, mas o Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), considera a ação ilegal, pois consideram que além de interromper o processo de  investigações dos casos de crimes no Piauí, a categoria alega que o papel dos civis é investigar e cabe a Polícia Militar realizar o policiamento ostensivo e preservação da ordem pública.

No entanto, todos os batalhões da Polícia Militar do Piauí estão paralisados devido a operação Polícia Legal, deflagrada no último sábado (28), que decidiram em assembleia não atender as ocorrências na capital devido a luta pela aprovação da nova Lei de Organização Básica da PM.

O Ministério Público deve ser acionado e investigará o caso, já que os agentes pretendem enviar uma denúncia e segundo a categoria caso a situação não seja solucionada com maior agilidade possível eles prometem paralisar completamente as atividades.

De acordo com o sindicato, atualmente a polícia civil não consegue investigar nem 10% de todas as ocorrências, e se ainda ficar encarregada de realizar o policiamento ostensivo o trabalho de investigação ficará impossível de ser realizado.

Image title

Fonte: Portal Meio Norte