Policiais decidem manter greve mesmo com ilegalidade decretada

De acordo com o sindicato, não houve negociação com as autoridades competentes e afirmam estarem sendo alvo de assédio moral

Polícia Civil do Ceará vai manter a greve mesmo com a ilegalidade decretada pelo Juiz Paulo de Tarso (6ª vara), na última terça-feira (5). Segundo a assessoria de comunicação do Sindicato Polícia Civil (Sinpoci), a categoria entrou com um recurso no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará e até que este seja julgado, vão continuar com a paralisação e arcando com a multa de R$ 10 mil diários.

O Sinpoci recebeu a notificação de ilegalidade na quinta-feira (7). Após notificados, os policiais civis teriam 48 horas para retornarem ao trabalho, passado este prazo, a multa de R$ 10 mil seria cobrada. Neste sábado (9) terminam as 48 horas estabelecidas pela decisão judicial, mas a assessoria afirma que o sindicato está disposto a arcar com a quantia.

Além de aguardarem decisão do recurso no Tribunal de Justiça, na segunda-feira (11) a categoria vai realizar nova assembleia geral para decidir se continuam, ou não, com a paralisação.

Greve

Os policiais civis cearenses estão em greve desde o dia 2 de julho, reivindicando melhores salários, e condições de trabalho, além da contratação de mais profissionais. Apenas 30% do efetivo têm trabalhado nas delegacias desde então. De acordo com o sindicato, não houve negociação com as autoridades competentes e afirmam estarem sendo alvo de assédio moral.

Veja abaixo as delegacias que funcionam neste sábado (9):

5º Distrito Policial

Av. Osório de Paiva, 181 - Parangaba ? Fortaleza

2º Distrito Policial

Rua Silva Paulet, 495 ? Meireles ? Fortaleza

Delegacia Metropolitana de Maracanaú

Rua 40-A, s/n ? Conjunto Jereissati I ? Maracanaú

Delegacia de Defesa da Mulher

Rua Manuelito Moreira, 12 ? Centro - Fortaleza

Delegacia da Criança e do Adoelscente

Rua Tabelião Fabião, 114 ? São Gerardo - Fortaleza

Fonte: g1, www.g1.com.br