Policiais Militares são acusados de agredir grávida

Levada algemada para a delegacia, a dentista registrou a ocorrência como abuso de autoridade.

Dois policiais do 39º BPM (Itaperuna) são acusados de agredir dentista, na porta do consultório dela, na Rua Benedito Nicolau, no Centro de Itaperuna. Na terça-feira, eles discutiram sobre a abordagem dos PMs feita a um paciente da dentista, que está grávida de quatro meses.

Levada algemada para a delegacia, a dentista registrou a ocorrência como abuso de autoridade e disse que os policiais a puxaram pelo jaleco e a colocaram na caçapa da viatura.

Já os cabos PMs Clóvis Romão Neri Júnior e Sandro Frias Rabelo argumentaram que a dentista desacatou a autoridade. O caso será encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Fonte: O Dia Online