Policiais que agrediram preso até a morte estão foragidos da justiça

Segundo a SSP-BA, além do inquérito criminal, os policiais vão responder também a um processo admnistrativo disciplinar.

Três investigadores da Polícia Civil e o filho de um deles são considerados foragidos da Justiça por terem agredido até a morte o preso Ricardo Santos Dias, 21, no sábado (14), em Porto Seguro (635 km ao sul de Salvador). Ricardo sofreu diversas agressões na carceragem da delegacia da cidade e, mesmo socorrido para uma unidade de saúde, não resistiu aos ferimentos e morreu. O motivo do crime está sendo investigado.

Segundo o corregedor-geral da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Nélson Gaspar, as investigações estão avançadas. ?Testemunhas foram ouvidas e os exames periciais, requisitados. Agora a polícia precisa cumprir os mandados de prisão dos acusados?, informou.

O inquérito conta ainda com imagens registradas pelas câmeras de segurança instaladas na delegacia, que mostram o momento da entrada e da saída dos acusados no dia do crime.

Segundo a SSP-BA, além do inquérito criminal, os policiais vão responder também a um processo admnistrativo disciplinar, que pode resultar na expulsão do trio da Polícia Civil.

Fonte: UOL