Policiais reclamam da falta de estrutura e delegado contesta

Policia Civil de Campo Maior estaria com investigações paralisadas

“O Distrito Policial de Campo Maior está parado”, denunciam policiais civis que relatam uma série de problemas vivenciados diariamente e que aumentaram nas últimas semanas. Falta de combustível, delegado de licença e poucos servidores estão comprometendo os trabalhos e ocasionou à paralisação nas investigações. 

Intimações e investigações foram suspensas nos últimos dias pela falta de combustível nos veículos da polícia civil. Outra reclamação é a baixa no efetivo de policiais. Segundo informações de agentes policiais, atualmente apenas dois investigadores são responsáveis por Campo Maior e cidades da região como Jatobá, Sigefredo Pacheco e Nossa Senhora de Nazaré.

Image title

O delegado regional Laercio Evangelista contestou as denúncias. Ele explicou que as viaturas estão funcionando normalmente e não falta combustível. “As viaturas estão todas regularmente em manutenção; estão todas concertadas e combustível tem a vontade. As investigações continuam da mesma forma”, afirmou. 

O delegado disse que a baixa no efetivo acontece pelo fato de dois servidores estarem de férias e dois afastados porque serão candidatos nas eleições municipais, mas que os trabalhos continuam sem alteração no DP de Campo Maior. 


Fonte: Campo Maior em Foco