Policiais são acusados de matar jovem a tiros em SP

Cerca de cinquenta moradores e amigos dos dois rapazes baleados pediam justiça

A polícia investiga a morte de um rapaz de 21 anos, na noite de domingo (24), em Brás de Pina, no subúrbio do Rio. Maxwill de Souza dos Santos, de 21 anos, estava na garupa de uma moto e levou dois tiros. Segundo a família, os disparos teriam sido feitos por policiais militares. O piloto da moto também foi ferido e houve protesto em frente à delegacia de Irajá.

Cerca de cinquenta moradores e amigos dos dois rapazes baleados pediam justiça. A PM cercou o local e, segundo os manifestantes, chegou a atirar para o alto.

De acordo com os policiais do batalhão de Olaria, eles foram até a favela Cinco Bocas checar a denúncia de que acontecia um baile funk no local. Na delegacia eles contaram que foram recebidos a tiros por traficantes, e que dois deles estavam numa moto. Os policiais afirmam que com eles, foram encontrados cocaína e um rifle, mas a irmã da vítima negou que Maxwill tenha trocado tiros com a polícia.

?Se foi troca de tiros, eles vão ter que provar. Na mão do meu irmão vai ter que ter pólvora?, disse a irmã.

Os dois rapazes foram socorridos no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, também subúrbio, onde Maxwill morreu. O amigo dele, Mauro Júnior foi ferido de raspão e permanece internado.

Fonte: g1, www.g1.com.br