Policiais são interrrogados após denúncia no Ceará

Durante quatro horas e meia, Passos e Júlio César foram ouvidos

Os majores da Pol?cia Militar, J?lio C?sar Bezerra dos Santos e Carlos Meireles Passos Neto prestaram um longo depoimento, na manh? de ontem, no Inqu?rito Policial Militar (IPM) que apura o incidente envolvendo os dois oficiais e uma guarni??o do Ronda do Quarteir?o, fato ocorrido no ?ltimo fim de semana. Os soldados (em servi?o) teriam desacatado os oficiais (de folga) durante uma ocorr?ncia de den?ncia de som alto, em um bar.

Durante quatro horas e meia, Passos e J?lio C?sar foram ouvidos, em termos de declara??o, pelo presidente do IPM, o tenente-coronel Jo?o Batista Bezerra dos Santos.

? tarde, os soldados Robson Randal Damasceno e Cristiano da Silva de Castro foram ouvidos em termos de interrogat?rio. Ontem de manh?, os soldados receberam a visita de familiares. Ambos permanecem presos por insubordina??o.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br