Policial militar assassina ex-mulher, o namorado dela e logo depois se mata

De acordo com a Polícia Civil, Michele Forgiarini, 32 anos, e o soldado Jeferson Fonseca Menezes, 36 anos, estavam separados há três anos

Um soldado da Brigada Militar matou a ex-mulher e o namorado dela a tiros na noite de quinta-feira em Santo Ângelo, no noroeste do Rio Grande do Sul. Em seguida, ele teria se matado. O crime ocorreu às 20h45 na casa de uma comadre da moça, localizada na rua Hortêncio Ribeiro Naves, no bairro Rosa.

De acordo com a Polícia Civil, Michele Forgiarini, 32 anos, e o soldado Jeferson Fonseca Menezes, 36 anos, estavam separados há três anos. O policial já teria ameaçado ela em outras ocasiões.

Ontem à noite, ela foi à casa da comadre para apresentar o novo namorado, Renan Suliman, 28 anos. Em seguida, o policial chegou na residência e disse que queria conversar com Suliman. Na sequência, sacou uma pistola de calibre 40 e atirou no rapaz.

Assustada, a dona da casa fugiu para fora junto com os dois filhos. Michele correu para o quarto e foi perseguida pelo soldado. Menezes atirou nela e depois se matou. Quando a Brigada Militar chegou à residência, encontrou Suliman na cozinha e o soldado e a ex-mulher no quarto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os três foram encontrados sem vida. O local foi isolado para perícia e os corpos foram encaminhados para o Departamento Médico-Legal (DML). Foram apreendidos na casa documentos, dinheiro, celular, cartuchos deflagrados e projéteis (intactos) de calibre 40 e objetos pertencentes ao policial.

Fonte: Terra