Policia atira em sequestrador com arma não letal e salva menino

Policia atira em sequestrador com arma não letal e salva menino

Criminoso ameaçava matar o garoto com uma faca; ele e avó iam para MG.

Após quase 4h30, acabou o sequestro de um menino de 3 anos, que era mantido refém por um homem, não identificado, no Terminal Rodoviário de Jataí , na região sudoeste de Goiás, na manhã desta sexta-feira (8). Um policial do Grupo Tático da Polícia Civil atirou no criminoso com uma arma de choque, liberando a criança, que não se feriu. Testemunhas afirmam que o homem aparentava estar drogado.

Segundo policiais que participaram da operação, o homem ameaçava, com uma faca, matar a criança, que estava no colo dele. O menino estava com a avó, quando foi sequestrado, por volta das 7h desta sexta. Eles iam viajar para Uberlândia (MG), onde, conforme a polícia, a família mora. Ainda não se sabe o motivo do crime.

A criança foi levada para o Hospital Municipal de Jataí, acompanhada pela avó.

De acordo com a PM, a criança chorava bastante nas primeiras horas do sequestro, e o sequestrador a assustava ainda mais mandando-a calar a boca, contou os policiais. Para negociar com o suspeito, foi montada uma operação envolvendo vários órgãos. Foram para o local Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, Samu e Corpo de Bombeiros, além de dois juízes.

Um helicóptero da Polícia Militar chegou a Jataí, por volta das 11h, levando policiais de Goiânia para ajudar nas negociações e, caso fosse necessário, agir na rodoviária. A tripulação era composta por policiais da Companhia de Operações Especiais da PM, responsável por ações táticas em ambientes confinados. Junto com o grupo, viajou um coronel que é negociador da Secretaria de Segurança Pública de Goiás.

Fonte: G1