Policial civil é acusada de efetuar tiros em via pública após batida em seu carro

Em seguida houve uma colisão da traseira do Prisma no carro de Eline Carvalho que é um Fiesta de cor vermelha.

A policial civil, lotada no Estado do Maranhão, Eline Maria Lima de Carvalho, de 31 anos, foi conduzida para a Central de Flagrantes de Parnaíba, acusada da Polícia Militar por desacato e resistência à prisão, depois de ter sido denunciada de ter efetuado disparos de arma de fogo nas proximidades de um bar na localidade Vazantinha, zona rural de Parnaíba.

Segundo testemunhas que estavam na Central de Flagrantes, o desentendimento aconteceu no final da tarde de domingo (28/12) quando uma senhora identificada pelo nome de Eliene conduzia um carro Prisma de cor preta e estava de ré em um beco quando Eline adentrou o acesso. Em seguida houve uma colisão da traseira do Prisma no carro de Eline Carvalho que é um Fiesta de cor vermelha.

De acordo, com os ocupantes do Prisma, Eline ficou sorrindo diante do incidente. Os ocupantes do carro desceram aguardando que a policial dissesse algo, mas sem resultado. Quando decidiram sair do local Eline saiu do veículo e pediu sua bolsa, momento em que sacou de uma pistola da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão e efetuou dois disparos.

Segundo os ocupantes do carro, os tiros foram atrapalhados por uma senhora, que estava no carro de Eline, que a abraçou. Ninguém foi ferido. Uma mulher que estava no carro Prisma ligou para o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), informando do ocorrido. Os policiais militares foram até o local e fizeram a condução da denunciada até a Central de Flagrantes para os devidos esclarecimentos e autuação.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Proparnaiba