Policial é ameaçado após prisão de acusado de ataque a delegacia no MA

Policial é ameaçado após prisão de acusado de ataque a delegacia no MA

A mensagem dizia que o PM seria o próximo a morrer

Um policial do serviço de inteligência da PM (Polícia Militar) do Maranhão recebeu uma ameaça de morte nesta terça-feira (7) por meio de uma mensagem de texto enviada para o seu celular.

A mensagem dizia que o PM seria o próximo a morrer e quem o ameaçou disse que sabia onde encontrá-lo. "Tu viu começou o contraataque ate domingo tu ta morto tu e o proximo. Sei onde te encontrar (sic)".

Segundo a polícia, a ameaça ocorreu após a prisão de Robenilson Carlos da Silva Martins, 23, acusado de participar da ação que deflagrou dois tiros contra o prédio do 9º DP (Distrito Policial), no bairro São Francisco, ocorrida na última sexta-feira (3). Martins também é acusado de participação no incêndio a um ônibus na Avenida Ferreira Gullar, na Ilhinha.

Naquela mesma noite, quatro ônibus foram atacados, sendo três deles incendiados, a mando de presos líderes de facções criminosas que agem no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, um dos presídios mais violentos do País, onde foram registrados 60 assassinatos apenas em 2013.

A prisão de Martins ocorreu com ajuda do serviço de inteligência da polícia, que descobriu que ele e mais duas pessoas, um adulto e um adolescente, participaram da ação.

Por medida de precaução, o delegado titular do 5º DP, Walter Vanderley Ferreira, resolveu recolher os carros da polícia e deixa-los guardados no estacionamento da delegacia. "Os carros não estão mais na porta da delegacia. Preventivamente resolvemos guardar os carros no estacionamento", disse o delegado.

O policial, que teve a identidade preservada, registrou boletim de ocorrência no 5º DP, localizado no bairro Anjo da Guarda.

Fonte: UOL