Policial é morto com tiros no rosto após emboscada em favela

Policial é morto com tiros no rosto após emboscada em favela

Traficantes armaram emboscada no alto da comunidade; PM reagiu e foi baleado

Um policial militar morreu na madrugada desta sexta-feira (14), após ser baleado por traficantes da favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro.

De acordo com a PM, policiais que ocupam a comunidade desde novembro do ano passado faziam patrulhamento de rotina quando foram surpreendidos em uma emboscada no alto da favela, na localidade conhecida como 199. O soldado Diego Bruno Barbosa Henriques, de 25 anos, foi baleado no rosto ao tentar reagir à ação dos bandidos. O policial chegou a ser levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos e chegou morto à unidade.

Uma amiga do PM, que prefere não se identificar, disse que Henriques já havia dito que a área onde ele foi morto é muito perigosa e que os traficantes têm desenterrado fuzis que foram escondidos na mata na época da ocupação da PM na favela e que, diariamente, há confrontos na comunidade.

A favela da Rocinha foi ocupada pelas forças de segurança em novembro do ano passado. Segundo o coronel Rogério Seabra, coordenador das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), a comunidade vai ganhar uma UPP ainda este mês.

Fonte: R7, www.r7.com