Policial é preso suspeito de matar namorada com seis tiros

Um policial civil foi preso suspeito de matar a namorada na Bahia

Um policial civil foi preso suspeito de matar a namorada e ferir na perna um homem que teria um relacionamento com ela. O caso aconteceu no domingo em uma praça pública de Marcionílio Souza (343 km de Salvador). Paulo César Torres Sena, 38 anos, será levado à Corregedoria da Polícia Civil e responderá por homicídio e lesão corporal grave.

O policial namorava Ana Verina dos Santos Santiago, 24 anos, há cerca de um ano e meio, mas o casal se desentendia há alguns meses. "Ele contou em depoimento que sempre encontrava no aparelho celular dela números desconhecidos e ao perguntar de quem se tratava, ela não ligava", disse a delegada Maria Clécia Vasconcelos. Ela afirmou que na semana passada, alguns amigos do policial teriam visto a vítima namorar outro homem em praça pública e o avisaram no dia do crime.

"Ao ir questionar a namorada, eles discutiram e ele falou que iria matá-la, sacando a arma", disse a delegada. A vítima correu, mas foi atingida por dois disparos nas costas e, ao parar, foi alvejada por mais quatro tiros. Paulo foi encontrado na delegacia. "Ele sabia que não havia policial na delegacia e então tentou se esconder, mas o delegado Renato Fernandes, que responde interinamente pela cidade, efetuou a prisão em flagrante", disse Maria Clécia Vasconcelos, que atua em Itaberaba. O outro homem estava internado no Hospital Municipal de Iaçu.

Fonte: Terra, www.terra.com.br