Policial federal mata homem durante festa em barco em Brasília

Policial alegou legítima defesa na delegacia e foi liberado

Um homem morreu e outro ficou ferido após tiroteio em uma festa de aniversário no barco Lake Palace, no Lago Paranoá, em Brasília. Cláudio Miller Moreira, 47 anos, chegou a ser socorrido mas não resistiu. A outra vítima foi identificada como Fábio Cunha, 37, que passou por cirurgia e está estável. 

De acordo com a Polícia Civil, os tiros foram disparados por volta das 22h45 de sábado (08). Duas mulheres teriam começado uma discussão. Uma delas levou um tapa no rosto e chamou o marido para intervir. O homem teria começado a gritar para identificar quem era a agressora. Houve uma confusão generalizada e, em seguida, os tiros. 

Dois homens são baleados durante festa no barco Lake Palace (Crédito: Correio Braziliense )
Dois homens são baleados durante festa no barco Lake Palace (Crédito: Correio Braziliense )

O policial federal Ricardo Matias Rodrigues, autor dos disparos, se apresentou à polícia alegando ter agido em legítima defesa. Ele relatou que dois dos homens envolvidos na briga o teriam ameaçado. Neste momento, ele alertou aos supostos agressores que estaria armado.

O policial informou ainda que deu mais de uma ordem para que os homens não se aproximassem e, diante da insistência, teria efetuado os disparos, que acertaram as vítimas na região do abdômen.

Logo após atirar, o policial teria pedido para outras pessoas presentes no barco que prestassem socorro. Enquanto isso, se dirigiu até a delegacia para se apresentar e levar a arma do crime. Por ter se apresentado espontaneamente, o policial foi liberado após prestar declarações.

Fonte: Com informações do Correio Braziliense