Policial foi morto por extorquir traficantes para conseguir crack

Policial foi morto por extorquir traficantes para conseguir crack

O policial civil Wellington Willian de Oliveira, 43 anos, foi morto por extorquir traficantes para conseguir crack.

A Polícia Civil desvendou o assassinato de um investigador ocorrido há dois dias no Jardim Inconfidência, região noroeste de BH. O policial civil Wellington Willian de Oliveira, 43 anos, foi morto por extorquir traficantes para conseguir crack.

O homem suspeito de atirar no policial, Deivison Rodrigo Gomes, 24 anos, foi apresentado nesta sexta-feira (1º) e admitiu ter envolvimento com crimes da região, mas negou participação na morte do investigador. Duas armas foram apreendidas.

Segundo o delegado Rodrigo Bossi, Wellington de Oliveira era dependente químico e estava afastado do trabalho por este motivo. As investigações apontam que o policial extorquia traficantes e os obrigava a entregar a droga para sustentar o próprio vício.

Na madrugada do dia 30 de outubro, Wellington foi ponto de drogas para conseguir crack e caiu em uma emboscada. Ele foi morto com seis tiros.

Um jovem de 16 anos que teria participado do crime chegou a ser detido, mas foi ouvido e liberado no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional.

Fonte: r7