PM mata jovem com 3 tiros no rosto em boate de Manaus, AM

Ele está foragido e o nome dele foi mantido em sigilo, por causa das investigações


Policial militar mata industriário a tiros dentro de boate em Manaus

Um industriário de 19 anos foi morto com três tiros no rosto, na madrugada deste domingo (6), dentro de uma casa noturna localizada na Avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, bairro Jorge Teixeira 2, Zona Leste de Manaus. O crime ocorreu por volta de 3h.

Segundo informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) , o autor dos disparos foi um vigilante da boate, que é policial militar e prestava serviço de segurança interna. Ele está foragido e o nome dele foi mantido em sigilo, por causa das investigações.

Um outro policial militar, que também trabalhava no local como segurança, foi apontado como co-autor do assassinato.

Familiares do industriário contaram à polícia que ele havia saído com amigos à casa noturna. No local, quando estava na pista de dança, a vítima foi abordada por um adolescente, que falou-lhe ao ouvido. Em seguida, um dos seguranças se aproximou e fez os disparos.

Com base no relato de testemunhas, a Polícia Civil informou que, após o crime, o atirador, junto com outro segurança, carregou o corpo do rapaz para fora do clube e chamaram a polícia, alegando que o crime ocorreu no lado de fora da boate, durante um confronto entre traficantes de drogas.

A reportagem do G1 procurou a gerência do clube, que não quis dar declarações, alegando não saber o que havia ocorrido. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

O rapaz morto tinha dois irmãos, trabalhava com os pais e um mercadinho no bairro Jorge Teixeira 2 e fazia curso de mecânica no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Fonte: g1.com.br