Policial mata estudante de 17 anos com tiro nas costas em S.Paulo

O PM Andrade disse também que dois homens

Imagens da câmera de segurança instalada em uma casa na Grande São Paulo, gravaram o momento exato da morte do estudante Allan Vasileski, de 17 anos, atingido com um tiro de pistola .40 disparado por um policial militar.

Image title

O responsável pelo tiro é o soldado Melquíades Nascimento Dias, de 37 anos. Ao ser interrogado pela Polícia Civil, o militar afirmou que sua arma disparou e acertou as costas de Allan quando ele corria atrás do adolescente e “caiu bruscamente no chão, pois escorregou no piso molhado e acidentado” de uma viela.

As imagens mostram o momento em que Allan e um amigo, também adolescente, surgem correndo pela rua Raul Guerra. Ao se aproximar de um carro Fiat Palio Weekend, Allan tenta dizer algo para um homem que carrega uma criança, mas ele desaba no chão e bate a parte de trás da cabeça.

Depois de ouvir as versões do PM Nascimento, de seu companheiro de patrulhamento e de mais dois PMs, o delegado Lourival Zacarias Noronha, da Polícia Civil, resolveu libertar o militar, enquadrado por homicídio culposo (sem intenção de matar).

O PM Andrade disse também que dois homens, cada um em uma motocicleta, foram alcançados por ele no momento da abordagem ao grupo de jovens, mas que não anotou nenhuma informação sobre ambos porque ouviu o barulho de tiro vindo da direção para a qual o militar Nascimento tinha corrido e resolveu ajudá-lo.

O rapaz que acompanhava Allan no momento em que o jovem correu do PM Nascimento não foi encontrado para ser interrogado pela Polícia Civil.


Fonte: Com informações do R7