Policial Militar que baleou jovem é afastado de suas funções e poderá ser preso

Policial Militar que baleou jovem é afastado de suas funções e poderá ser preso

O policial já prestou esclarecimentos

O drama do jovem de 28 anos, funcionário da empresa Progresso, que foi atingido por uma bala perdida disparada por um policial militar, conhecido por Alves, no último dia 22, terça-feira, começa a gerar consequências. O rapaz estava trabalhando quando recebeu um tiro que vai lhe deixar paralítico.

O soldado que abriu perseguição a um bandido no momento de uma ocorrência acertou o jovem e, segundo a vítima, fugiu do local sem prestar socorro à vítima. Ele já se apresentou no 6o Batalhão da Polícia Militar para prestar esclarecimentos, mas foi afastado do cargo.

O major Ramos, que preside o inquérito afirmou que o soldado pode ser preso. ?Sem a conclusão do inquérito, é muito difícil precisar se expressar sem a conclusão do inquérito, mas no primeiro momento a gente que enxergar algumas falhas e erros elementares. Por esses erros, ele tem que ser responsabilizado. Não é possível em nossa atividade, por erros elementares nós passarmos impunes a essas situações.?

O parecer oficial sobre o assunto acontecerá apenas com o apurar das informações.

Fonte: Denison Duarte