Polícial morre ao ser baleado na cabeça em perseguição

Houve troca de tiros e o policial acabou sendo atingido.

Um policial, identificado como Eduardo Aatsumoto Costa, de 35 anos, foi assassinado a tiros durante uma perseguição policial nas imediações da Favela de Acari, no Rio de Janeiro. O Policial Militar, que era lotado no Batalhão de Vias Especiais (BPVE), chegou a receber atendimento em um Hospital, mas não resistiu. 

De acordo com informações da polícia, o policial estava na companhia de um grupo de PMs que , ao perceber dois homens em atitude suspeita, tentaram abordar a dupla que resistiu e empreendeu fuga. Teve início uma perseguição e na altura da Favela Acari, houve troca de tiros entre os criminosos e os policiais. 

A dupla se escondeu em um beco e atirou várias vezes contra os policiais. Durante o tiroteio, o policial foi baleado e em seguida encaminhado para um hospital, onde não resistiu e morreu. 

Os dois acusados conseguiram despistar a polícia e ainda não foram capturados. 

Policial foi atendido, mas não resistiu
Policial foi atendido, mas não resistiu


Fonte: Com informações do G1