Policial que deu tiro no rosto de funcionário de shopping é preso

O funcionário tentou impedir a saída do taxista.

Na noite desta quarta-feira (13), uma briga acabou de maneira trágica no Shopping Nova América, na zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com informações, um taxista que estaria tentando deixar o centro comercial sem pagar é o principal suspeito de dar um tiro no rosto de um funcionário que trabalha na cancela do estabelecimento.

Segundo testemunhas, o taxista não queria pagar a taxa e depois que o funcionário tentou impedir sua saída, ele teria quebrado a cancela, saído do carro e desferido o tiro.

Na  quinta-feira (14), o cabo Paulo Lins de Albuquerque Junior, do 41º BPM (Irajá) foi preso administrativamente acusado de ser o homem que baleou um funcionário do Shopping. O policial foi flagrado por câmeras de segurança e reconhecido por agentes da 44ª DP (Inhaúma), que pediram a prisão do PM ao Plantão Judiciário.

Após ser atingido, Roberto foi levado para o Hospital Geral de Bonsucesso, também na Zona Norte, e não corre risco de morrer. A bala atingiu o lado esquerdo do rosto do funcionário. O projétil foi retirado durante uma cirurgia realizada na unidade hospitalar. Depois do disparo, o condutor do táxi conseguiu fugir.

Taxista atirou em homem no shopping (Crédito: Reprodução)
Taxista atirou em homem no shopping (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra