Policiamento é reforçado após troca de tiros no morro do Alemão

Segundo a PM, os policiais passavam de carro pela Rua Uranos, quando foram surpreendidos pelos traficantes. Ninguém ficou ferido.

O policiamento foi reforçado na manhã desta quarta-feira (25) no Conjunto de Favelas do Alemão, no Rio, conforme mostrou o Bom Dia Rio. Às 6h45, equipes da PM continuavam nos principais acessos da comunidade.

Na noite de terça-feira (24), policiais militares do 22º BPM (Maré) foram alvo de criminosos no Morro do Adeus. Segundo a PM, os policiais passavam de carro pela Rua Uranos, quando foram surpreendidos pelos traficantes. Ninguém ficou ferido.


Policiamento é reforçado após troca de tiros no morro do Alemão

De acordo com a PM, os criminosos atiraram contra o carro do 22º BPM, que patrulhava a região. O batalhão afirmou que os policiais não reagiram, e que os tiros duraram cerca de dez minutos. O carro não foi atingido.

Os tiros ocorreram menos de uma semana depois da instalação das primeiras Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) na região. As UPPs do Alemão foram inauguradas no dia 18, na Fazendinha e Nova Brasília. Segundo a Secretaria de Segurança, 660 policiais vão atender aos 40 mil moradores das 16 primeiras comunidades a serem contempladas.

Outras seis UPPs estão previstas para serem instaladas no Alemão, em data ainda não definida. Até junho, os soldados do Exército vão ser substituídos por 2.300 PMs.

Troca de tiros na segunda

Na segunda-feira (23), policiais militares também trocaram tiros com criminosos no Alemão. Por volta das 22h, a polícia recebeu uma denúncia sobre a localização de um ponto de vendas de drogas. PMs da UPP Nova Brasília foram recebidos a tiros na localidade conhecida como Coqueirinho. Ninguém ficou ferido.

Após o confronto, três suspeitos fugiram deixando para trás uma granada que tinha os dizeres "morte UPP". Os policiais também encontraram munição para fuzil e pequena quantidade de cocaína.

Ocupação do Alemão

As Forças de Pacificação ocupam o Alemão desde 28 de novembro de 2010 e têm o apoio dos policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e de Choque (BPChq) desde o dia 28 de março de 2012, por conta da inauguração das UPPs.

Fonte: G1