Populares incendeiam carro que atropelou bebê de 8 dias; saiba

Populares incendeiam carro que atropelou bebê de 8 dias; saiba

Antes de atearem fogo, eles quebraram os vidros do veículo

Em protesto contra a soltura do motorista que, embriagado, atropelou um bebê de 8 dias na noite de segunda-feira, em Bauru, a 351 km de São Paulo, populares atearam fogo contra o carro do suspeito. Jair Vieira, 46 anos, foi liberado pela Polícia Civil após pagar a fiança de R$ 690. No momento do acidente, ele confessou ter tomado "algumas doses" de conhaque antes de dirigir.

O Gol verde estava na garagem, quando os populares chegaram à casa do motorista, por volta das 21h de segunda-feira, no Parque Jaraguá. Antes de atearem fogo, eles quebraram os vidros do veículo. Quando a Polícia Militar chegou ao local, uma hora depois, o incêndio já estava controlado. Sem condições de trafegar, o carro foi levado para o pátio da Polícia Civil.

Vieira havia sido levado para casa junto com o veículo após ser liberado pela polícia. Desgovernado, o carro atingiu o bebê e duas adolescentes de 16 anos que estavam em uma calçada na rua Samuel Casali, também no Parque Jaraguá. A criança foi arremessada a cerca de 5 m e sofreu dois cortes na cabeça.

O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou 1,35 mg de álcool por litro de ar alveolar, quando o permitido é 0,14 mg. De acordo com a PM, o nível constatado já é considerado infração de trânsito.

Fonte: Terra