Pai mata o próprio filho com cinco tiros por causa de celular no Maranhão

Pai mata o próprio filho com cinco tiros por causa de celular no Maranhão

Ao pedir o de Ednaldo, o filho se negou a entregar e disse que o pai ia perder o revólver.

Um crime bárbaro chocou a população de Barra do Corda (a 462 km de São Luís) na última sexta-feira (3). O pai, Lindoíno Pereira dos Santos, de 61 anos, matou, com cinco tiros, o filho, Ednaldo Pereira dos Santos, 23 anos. Mesmo ferido, o jovem ainda reagiu e, com uma faca, desferiu golpes em Lindoíno, que foi levado em estado grave ao hospital.

De acordo informações do delegado Alessandro Passos, o crime aconteceu após discussão dos dois, no bairro Trizidela. Antes da briga, o idoso já havia discutido com a esposa e com outros filhos. "Segundo as investigações, o pai acordou irritado, brigando com as pessoas da casa e, armado, cismou em quebrar os aparelhos celulares. Ao pedir o de Ednaldo, o filho se negou a entregar e disse que o pai ia perder o revólver, porque ia ligar para a polícia. Lindoíno, imediatamente, sacou o revólver e disparou contra ele".

Ednaldo morreu ainda na casa, após lutar com o pai e atingi-lo com facadas. Lindoíno foi levado ao Hospital Municipal Acrísio Filgueiras, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica. "O pai não tem nenhuma passagem pela polícia. O que colhemos até agora é que os dois já tinham uma relação conflituosa há algum tempo e que Lindoíno era um homem violento. O Ministério Público ou o advogado de defesa devem pedir um exame de sanidade mental para averiguar o quadro do homem", disse o delegado.


Por causa de celular, pai mata filho com cinco tiros no MA

Fonte: Tribuna do Maranhão