Por ciúmes, adolescente fica refém do próprio namorado e é espancada;fotos

Ele ainda cortou os cabelos da jovem após ouvir de colegas que a adolescente o teria traído recentemente

Agredida e ameaçada de morte, uma adolescente de 17 anos passou a noite como refém do namorado, Alexander Henrique Pinto Teixeira, de 19 anos, em uma casa na Vila Andorinha, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele ainda cortou os cabelos da jovem após ouvir de colegas que a adolescente o teria traído recentemente.

? Uma menina falou para o Alexander que eu tinha traído ele, mas isso não é verdade ? disse a adolescente, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Meriti.

Denunciado por parentes da jovem, Alexander foi preso por policiais militares na manhã desta terça-feira. De acordo com a delegada titular da Deam de São João de Meriti, Sandra Ornellas, Alexander teria ameaçado a menor de morte logo que os PMs chegaram ao local.

? Ao perceber a presença dos policiais, o Alexander olhou pra ela e falou que, se fosse preso, iria matá-la ? destacou a delegada.



Segundo a polícia, as agressões teriam começado ainda na casa da adolescente, antes do jogo do Brasil contra Camarões, na tarde de segunda-feira. O pai da jovem teria pedido para que ele não batesse na filha.

? Ele pediu, mas não adiantou e o Alexander arrastou a jovem para a casa dele, onde aconteceram as agressões por toda a noite ? relatou a delegada.

A adolescente, que ficou horas sem comer e beber, passa bem. Ela está no segundo ano do Ensino Médio e sonha em cursar enfermagem.

? Quero me formar na escola e entrar na faculdade. Mas antes disso vou me mudar daqui. Não dá mais para ficar. Estou com muito medo ? disse ela, que mora com o pai em Vilar dos Teles e começou a namorar o jovem quando tinha 14 anos: ? Ele já me bateu antes, sempre foi agressivo, mas eu tinha medo de denunciar.

Alexander foi preso e autuado pelo crime de tortura. Caso indiciado e condenado, ele pode pegar de dois a oito anos de prisão.





Fonte: Extra