Homem acusado de tráfico de drogas decepa dedo de uma mulher por dívida

Flávio é investigado na cidade por envolvimento em diversas ações criminosas e acabou surpreendido pela polícia na sua casa.

Acusado de ser traficante, Flávio Lima da Silva, 20 anos, teria decepado, com um alicate, o dedo mínimo de uma usuária de drogas, cliente dele, que comprou entorpecentes e não pagou a conta. A vítima é usuária de cocaína e tem 20 anos. O traficante foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no município de Água Boa, interior de Mato Grosso, na sexta-feira (23), e vai responder pelos crimes de tráfico de drogas e tortura.

Flávio é investigado na cidade por envolvimento em diversas ações criminosas e acabou surpreendido pela polícia na sua casa, no momento em que vendia entorpecentes. A polícia apreendeu no local várias porções de droga e um veículo Gol.

Segundo a políocia, esta não é a primeira vez que Flávio teria torturado a usuária. Em fevereiro deste ano, ele teria também queimado o pé dela para garantir que não o delatasse. O traficante também responde a outro inquérito pelo crime de homicídio, que teria cometido também com requintes de tortura.

Ele teria executado Warlen da Silva Toledo, conhecido como Ferruginha, 21 anos, a golpes de faca. Além de perfurado, o corpo de Warlen foi parcialmente queimado e jogado às margens de uma estrada vicinal a cerca de quatro quilômetros da cidade.

A Polícia Técnica (Politec) vai realizar perícia no veiculo apreendido, por suspeita de ter sido encontrado sangue dentro do carro, que pode ser de Ferruginha. ?Ainda não tem nada confirmado sobre isso, mas estamos investigando?, afirma a delegada municipal de Água Boa, Luciana Batista.

Fonte: Terra