Porteiro é linchado e morre após estuprar a própria filha no Ceará

Porteiro é linchado e morre após estuprar a própria filha no Ceará

Desde os 12 anos, ´Ana´ era ameaçada pelo pai.

Dois anos seguidos de abusos sexuais e estupro contra uma adolescente de 14 anos vieram à tona na última quinta-feira (21). A jovem ´Ana´ (nome fictício) quebrou o silêncio sobre a violência sexual que sofria por parte do próprio pai. Anteontem, o acusado do crime, José Ferreira de Freitas, 34, porteiro, morreu depois de ter sido linchado por moradores do bairro Padre Andrade (CE), que ficaram indignados com os abusos que ele praticava contra a filha mais velha.

Desde os 12 anos, ´Ana´ era ameaçada pelo pai quando este, bêbado, a explorava sexualmente. No último dia 8, a violência teve o seu ápice. José levou a filha para um matagal e a estuprou por quase três hora.

Durante uma briga entre o acusado e a esposa, os vizinhos souberam que o pai abusava da filha e decidiram linchá-lo. Ferido, O porteiro ainda foi levado para o IJF-Centro, em estado grave, mas faleceu quatro dias depois. Ontem, depois da morte do pai, a garota narrou para a Polícia o drama que passou.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br