"Suicídio não é aceitável", diz pai de Fernanda

"Suicídio não é aceitável", diz pai de Fernanda

Pai de Fernanda fez uma convocação à população de Teresina para um manifesto de repúdio

O pai da estudante Fernanda Lages, Paulo Lages, falou durante participação ao Programa Agora na Rede Meio Norte nesta quinta-feira(20), que está indignado com o não atendimento de uma acareação solicitada por ele ao delegado anterior do inquérito, Mamede Rodrigues, entre o vigia Domingos e Kassandra(tia de Fernanda) nas investigações.

Paulo reafirmou que a possibilidade de suicídio continua totalmente descartada por parte da família da estudante. " Essa história de suicídio não está sendo considerada por nós. Não aceitamos", disse Paulo.

Sobre a expectativa da divulgação do resultado do inquérito que está previsto para o dia 25(terça-feira), o pai de Fernanda fez uma convocação à população de Teresina para um manifesto de repúdio à postura estabelecida em alguns momentos das investigações. " Caso o resultado não seja o que a família esteja esperando e que a sociedade também, esse manifesto será de extrema importância", finalizou.

Fonte: Marcos Moraes