Bandidos levam 20 celulares de Posto de Saúde na capital

Bandidos levam 20 celulares de Posto de Saúde na capital

O posto, que não possui dispositivos de segurança, tem uma única porta para entrada e saída dos usuários, está cercado de mato e não possui muro

Nesta quarta-feira, 09, por volta das 14h, o Posto de Saúde do bairro Porto Alegre, zona Sul de Teresina, foi invadido e assaltado por um homem ainda não identificado, resultando em 20 celulares levados durante a ocorrência. O fato foi discutido no programa Agora, da Rede Meio Norte, na tarde desta quinta-feira, 10, com a participação do chefe da Assistência Militar de Teresina, Major Amorim.

Segundo ele, das 88 unidades base da Fundação Municipal de Saúde, apenas 48 possuem policiais militares trabalhando para a efetivação da segurança, contingente que considera não suficiente para o suprimento das necessidades dos postos. No contexto de insegurança o major considera que não há muito o que fazer. ?Já chegamos ao nosso limite?.

Durante o assalto o homem efetuou vários tiros dentro do estabelecimento e deixou duas pessoas feridas. ?Eu fiquei paralisada porque nunca imaginei acontecer um assalto em um Posto de Saúde com apenas população carente?, disse uma funcionária que não quis ser identificada ao relatar o drama sofrido durante a ocorrência. ?Quando eu escutei o tiro foi que eu despertei, aí que vi e tranquei a porta e a gente ficou só abaixada escutando os tiros e a gente se desesperava por não poder fazer nada?.

O posto, que não possui dispositivos de segurança, tem uma única porta para entrada e saída dos usuários, está cercado de mato e não possui muro na parte de trás, o que torna o local um alvo fácil para a criminalidade. O medo, que toma conta dos funcionários, impediu que eles fossem ao trabalho na manhã desta quinta-feira, afinal, o assaltante prometeu que vai voltar.

Major Amorim assegura que a Polícia Militar está em busca de um estreitamento do relacionamento com a Prefeitura Municipal de Teresina no sentido de reduzir ocorrências do gênero. Ele diz também que a PM dispõe de mais de 320 policiais militares prestando serviços à prefeitura e que não há muito o que fazer.

Fonte: Denison Duarte