Prédio do presidente Lula é invadido; polícia busca suspeito

O carro dele foi fechado por dois veículos, onde estavam quatro homens que usavam camisetas pretas

A polícia divulgou nesta sexta-feira (19) a imagem de um dos suspeitos de ter invadido o prédio onde o presidente Lula tem um apartamento, em São Bernardo do Campo, no ABC. A imagem foi feita pela câmera do elevador.

A vítima, um funcionário da Secretaria de Esportes de São Bernardo do Campo e vizinho do presidente, foi abordada na rua e obrigada a levar os criminosos até o local. O crime foi às 8h30 desta quarta-feira (17). Ele contou à polícia que estava com o motorista na Rua Anunciata Gobbi, no Centro da cidade, quando foi abordado pelos bandidos.

saiba mais

O carro dele foi fechado por dois veículos, onde estavam quatro homens que usavam camisetas pretas com a inscrição ?polícia?. Parte do grupo manteve o motorista refém; os outros seguiram com o funcionário público, no carro dele, por ruas da cidade.

Os criminosos queriam dinheiro, e a vítima disse que tinha uma quantia em casa. Por isso, eles foram até o prédio. O porteiro liberou a entrada da garagem, e eles roubaram joias, relógios e dinheiro. Depois, os criminosos saíram do local no mesmo carro, com o morador, que foi deixado em uma avenida.

A assessoria da Presidência informou que não havia ninguém da família de Lula no prédio no momento do assalto. A polícia acredita que nem os próprios criminosos sabiam que estavam roubando um apartamento do prédio onde também mora o presidente.

?Isso para nós é uma ocorrência, digamos assim, corriqueira do dia a dia da polícia. O alvo não tem nada a ver com o presidente. Foi simplesmente uma coincidência?, disse o delegado Rafael Rabinovici, que investiga o caso.

Até a noite desta sexta-feira (19), ninguém tinha sido preso.

Fonte: g1, www.g1.com.br