Prédio na zona Norte é usado para tráfico e uso de drogas

Além disso, tem sido refúgio para assaltantes da região.

Há cinco anos, o prédio localizado na Avenida Centenário, Bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina, está abandonado e tem servido de ponto para uso e comercialização de drogas na capital. Além disso, tem sido refúgio para assaltantes, situação que tem causado temor aos moradores do bairro.

O espaço que pertence a Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc) funcionava o Projeto Semiliberdade, que atende jovens em cumprimento de medidas socioeducativas do regime semiaberto.

No entanto, com a transferência da sede para o bairro Primavera, na mesma região, o prédio havia se tornado depósito da Sasc até ser abandonado de vez.

A equipe do Jornal Meio Norte foi até o local e detectou materiais do programa Bolsa Família, como Agenda de Família e fichas socioeconômicas do cidadão devidamente preenchidas, geladeira velha, lixo eletrônico, como peças de computador e televisão.

Para um morador da Avenida Centenário, que prefere não se identificar, é lamentável o abandono do prédio, pois o fato de os usuários de drogas terem se instalado no local, tem tirado o direito de ir e vir da população, que teme assaltos.

“Esse prédio está abandonado há muito tempo. Depois que se mudaram, ficaram usando apenas como depósito, mas agora que está totalmente largado, os usuários de drogas invadiram e a nossa liberdade acabou. A gente teme que o pior aconteça”, desabafa o morador.

Já a moradora, identificada apenas como Maria, acredita que o ponto de drogas na região, fez com que a violência aumentasse. “É um absurdo essa situação. Andar por aqui a partir das 18h, tem sido um risco muito grande.

Inclusive, em menos de um mês minhas duas filhas foram assaltadas ao voltar do trabalho para casa. A gente não aguenta mais tanta violência e tanta facilidade para esses”, relata.

Em nota, a assessoria da Sasc informou que está sendo elaborado um Termo de Permissão de Uso, para que o citado prédio seja utilizado pela Associação Comunitária do Bairro Aeroporto (Ascoba). Por enquanto, não há previsão de quando este espaço será cedido.

A sede foi transferida desde 2010 para o Bairro Primavera, também na zona Norte. Foi construído, segundo as orientações exigidas pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), com capacidade para 20 jovens, salas de aula adaptada, biblioteca, salas para atendimento individualizado com psicólogos e assistentes sociais, quadra de esportes, alojamentos e refeitório.

Fonte: Virgínia Santos e Márcia Gabriele