Prefeito de Jandira é morto a tiros antes de dar entrevista

Prefeito de Jandira é morto a tiros antes de dar entrevista

Braz Paschoalin foi baleado quando estava com o motorista em rua da cidade de Jandira.

A Polícia Militar confirmou, às 8h40 desta sexta-feira (10), a morte do prefeito de Jandira, Braz Paschoalin (PSDB), e do motorista dele. Os dois foram baleados quando o prefeito saía do seu carro na rua Antônio Conselheiro, no bairro Mirante, na cidade da Grande São Paulo. Ele estava em frente à radio Astral, onde possui o programa Bom dia, Prefeito, apresentado todas as sextas-feiras pela manhã.

Funcionários da rádio informaram à Agência Record que Braz costumava ir até o local com um veículo blindado, o que não aconteceu nesta sexta.

A polícia trabalha com a possibilidade de um atentado. Informações iniciais são de que homens que estavam em um carro prata passaram pelo veículo do prefeito atirando e fugiram. O carro dos atiradores foi abandonado na cidade de Itapevi.

Funcionários da rádio disseram à Agência Record que os microfones do local chegaram a captar o barulho dos disparos efetuados contra o prefeito e o motorista. O áudio será entregue à polícia.

A Polícia Militar informou ainda que Braz e o motorista chegaram a ser socorridos e levados ao pronto-socorro central do município, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

O caso deve ser encaminhado à delegacia central do município.

Perfil

Walderi Braz Paschoalin nasceu em 27de janeiro de 1948, na cidade de Andradina. Em 5 de outubro de 2008, ele foi eleito para o seu terceiro mandato como prefeito da cidade de Jandira. A carreira política de Pascholin começou em 1976, quando ele foi eleito vereador e, pouco tempo depois, assumiu o posto de presidente da Câmara municipal.

Fonte: R7, www.r7.com