Prefeito, vice e vereador são presos por propina de empresário

Foi o próprio empresário que procurou o Ministério Público Estadual para denunciar o caso.

O prefeito, vice e vereador da cidade de Governador Celso Ramos (SC) foram presos em flagrante na noite de quinta-feira acusados do crime de concussão. Anísio Soares (PMDB), o vice-prefeito, Manoel Marcelo Cunha (PMDB), e o vereador Alcemir Alves (PMDB) foram detidos em um shopping, no centro de Florianópolis, no exato momento em que recebiam o dinheiro de um empresário.

De acordo com o empresário do ramo imobiliário, os três exigiram o dinheiro - quantia não revelada pela Polícia Federal -, além de uma propriedade da suposta vítima, "em troca de melhorias para o bairro Jardim Gaivotas, na praia de Palmas". O dinheiro também seria usado para a campanha do vice-prefeito, atual candidato à prefeitura, e também para a reeleição do vereador.

Foi o próprio empresário que procurou o Ministério Público Estadual para denunciar o caso. Nesta terça-feira, os três foram transferidos para Biguaçu.

Fonte: Terra