Prefeitura sonegou documentos sobre boate Kiss, aponta investigação

Prefeito Cezar Schirmer foi um dos 28 responsabilizados pela tragédia

Apontado pelo inquérito que investigou o incêndio na Kiss como um dos responsáveis pela tragédia, o prefeito Cezar Schirmer teve a conduta criticada ao longo das 188 páginas do relatório enviado à Justiça. Para os delegados, ele teve comportamento omisso e negligente e que contribuiu para as 241 mortes e as centenas de feridos. O resultado da investigação foi apresentado na sexta-feira (22), com 16 indiciamentos criminais e um total de 28 pessoas responsabilizadas.

A lista dos 16 indiciados criminalmente

241 homicídios com dolo eventual qualificado e 623 tentativas de homicídio

1- Marcelo de Jesus dos Santos (vocalista da banda Gurizada Fandangueira)

2 - Luciano Augusto Bonilha Leão (produtor da banda Gurizada Fandangueira)

3 - Elissandro Callegaro Spohr (sócio-proprietário da Kiss)

4 - Mauro Londero Hoffman (sócio-proprietário da Kiss)

5- Ricardo de Castro Pasche (gerente da Kiss)

6 - Ângela Aurelia Callegaro (irmã de Kiko, proprietária da boate no papel)

7 - Marlene Teresinha Callegaro (mãe de Kiko, proprietária da boate no papel)

8 - Gilson Martins Dias (bombeiro que vistoriou a boate)

9 - Vagner Guimarães Coelho (bombeiro que vistoriou a boate)

Indiciados por 241 homicídios culposos*

10 - Miguel Caetano Passini (secretário de Mobilidade Urbana)

11 - Luiz Alberto Carvalho Junior (secretário do Meio Ambiente)

12 - Beloyannes Orengo de Pietro Júnior (chefe da fiscalização da Secretaria de Mobilidade Urbana)

13- Marcus Vinicius Bittencourt Biermann (funcionário da Secretaria de Finanças que emitiu o Alvará de Localização da boate)

* Denúncias por crime de lesões corporais dependem de representação das vítimas

Indiciados por fraude processual

14 - Gerson da Rosa Pereira (major dos bombeiros que incluiu documentos na pasta referente ao alvará da boate após a tragédia)

15 - Renan Severo Berleze (sargento dos bombeiros que incluiu documentos na pasta referente ao alvará da boate após a tragédia)

16 - Elton Cristiano Uroda (ex-sócio da boate Kiss, que deu falso testemunho)

Fonte: G1