Presa acusada de matar grávida no PI

Em seu depoimento, a acusada disse não estar arrependida de ter cometido o crime

Agentes do 23° Distrito Policial prenderam Tatiana Alves dos Santos, 19 anos, acusada de assassinar Camila, 16 anos, no último sábado (17), na Vila Irmã Dulce. A vítima estava grávida de 4 meses foi atingida com dois tiros no rosto e morreu ainda no local. Em seu depoimento, Tatiana Alves disse que havia um desentendimento entre as duas após brigarem em uma festa. Camila estava voltando pra casa em uma bicicleta quando foi abordada pela acusada, que efetuou os disparos.? Não me arrependo do que fiz, ela (Camila) merecia tudo isso), disse Tatiana

Em uma outra situação, ela já havia esfaqueado uma adolescente achando que era Camila. A menina está internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e seu estado é grave. Anderson Santos Silva e Jeferson Luana são acusados de ajudar Tatiana e a arma usada no crime é de um elemento identificado como ?Bin Laden?.








Fonte: Miguel Mendes, TV Meio Norte