Presa mulher suspeita de ajudar seu marido a matar e esquartejar taxista

Polícia concluiu que ela ajudou o suspeito a planejar o crime

Ingrid de Melo, de 32 anos, foi presa após a Polícia Civil do Rio concluir que ela tem envolvimento na morte do taxista Francisco de Assis Coelho Neves, de 34 anos, no dia 8 de junho em Realengo, zona oeste do Rio. Segundo a polícia, ela agiu juntamente com Anderson Gomes Aleixo, seu companheiro.

A polícia diz que a suspeita atraiu a vítima até a casa dela, onde estava o marido, em uma espécie de emboscada, e ajudou a matar, esquartejar e ocultar o corpo do rapaz.

Já Ingrid, que estudou com o taxista nos anos 90, diz ser vítima de Anderson e que ele a teria obrigado a assistir o assassinato. A polícia diz, contudo, que a suspeita caiu em contradição.

Os ex-colegas estavam mantendo conversas por uma rede social. Ao descobrir que a mulher estava falando com outro homem, Anderson, com ciúme, planejou o assassinato com a ajuda de Ingrid.

Os suspeitos vão responder por homicídio triplamente qualificado. Apesar da prisão dos dois principais suspeitos, a Polícia Civil vai manter as investigações.

Assista à reportagem:

Fonte: r7