Presa por maus-tratos à filha deficiente,mãe choca policiais por indiferença; estado de jovem é grave

Presa por maus-tratos à filha deficiente,mãe choca policiais por indiferença; estado de jovem é grave

A vítima, de 19 anos, tinha ferimentos na região genital e estava subnutrida

A delegada Cristiana Onorato, titular da Deam (Delegacia de Atendimento a Mulher) de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, contou à reportagem da Record que toda a equipe de policiais da delegacia ficou chocada com o cinismo e a indiferença demonstrados por Marlucia Rodrigues de Souza, que foi presa na quarta-feira (9) suspeita de maltratar a filha deficiente.

A jovem Daiana, de 19 anos, estava sozinha em casa quando foi resgatada por uma tia e levada às pressas ao hospital Moacir do Carmo, onde está internada há três dias em estado crítico. A moça, que sofre de transtornos mentais, estava subnutrida, machucada e com sangramento na região genital e nas nádegas.

A mãe vai responder por maus-tratos e cárcere privado, com pena de até oito anos de prisão. Quando foi presa, Marlucia por pouco não foi linchada por vizinhos da comunidade do Lixão, em Duque de Caxias.

A delegada Cristiana Onorato afirmou que a suspeita deu informações imprecisas no depoimento.

? Ela disse que era uma boa mãe. Que não trabalhava para não deixar a criança sozinha, mas não foi isso que a gente verificou, né. A jovem estava em condições subumanas. A mãe saía e deixava a jovem sozinha naquela situação. Isso realmente chocou a todos.

Em entrevista à Record, Marlucia negou os maus-trato .

? Sempre tratei bem da minha filha. Quando ela deu esses machucados eu levei ela no UPA. Estou sem chão.

Assista ao vídeo:

Fonte: r7