Presa por tráfico mulher cai na gargalhada: "chorar não dá mais"

Foi presa com 42,5 quilos de maconha e mais R$ 4,2 mil em dinheiro

Presa com 42,5 quilos de maconha e mais R$ 4,2 mil em dinheiro, nesta quarta-feira (20), nas rua Bodocó e Guarujá, em Rio Branco, Maria Amanda Freitas Gamas, não se conteve e caiu na gargalhada, durante apresentação na Delegacia de Investigação Criminal (DIC). "Tem que rir, porque chorar não dá mais", disse sem conseguir conter os risos.

A presidiária do semiaberto, Fábia Pereira da Silva, de 35 anos, também deve ser indiciada pelo crime de tráfico de drogas. As duas mulheres foram presas com outros dois homens, que, segundo o delegado Sérgio Lopes, após serem ouvidos pela polícia foram liberados. Além deles, um menor foi apreendido.

Maria Amanda disse:  "É minha mesmo. Se é minha, eu assumo". Diferente de Fábia que nega veementemente o seu envolvimento com o tráfico. Simplesmente estava na minha casa dormindo, quando eles [policiais] chegaram lá, me pegaram e trouxeram para cá [delegacia]. Não pegaram nenhum flagrante na minha casa", alegou.

Fábia é monitorada por tornozeleira eletrônica e já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. Ela diz que já pagou pelo que fez e que agora está em liberdade, mas que dessa vez, teria voltado "por causa dos outros".

O delegado Sérgio Lopes afirma que a polícia acredita que existam outras pessoas envolvidas neste caso por conta da grande quantidade de drogas. "As investigações vão continuar, para que a gente possa identificar outras pessoas envolvidas com essa quadrilha", diz.


Presas acusadas de tráfico de drogas
Presas acusadas de tráfico de drogas




Fonte: G1