Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação

Ainda foram descobertos 5 pontos de exploração de minério.

No último sábado, dia 30 de abril, Policias Rodoviários Federais do Maranhão realizaram operação em parceria com a Polícia Militar, o IBAMA e a Polícia Federal. Ao todo, 44 pessoas foram presas e cerca de 88 animais silvestres foram apreendidos, além da apreensão de 11 armas de fogo e madeira ilegal. Ainda foram descobertos 5 pontos de exploração de minério.

Na ação participaram 60 PRF's, 20 viaturas e armamento de alto Poder de fogo, a fim de reprimir criminosas contra o Meio Ambiente, bem como prevenir, educar e sensibilizar pessoas à necessidade de proteção uma flora , fauna e reservas minerais da região.

Até a terça-feira,  foram contabilizadas 44 pessoas presas, apreensão de 11 armas de fogo, 88 animais silvestres e 377,94 metros cúbicos de madeira. Além disso, equipamentos de caça e captura de animais e motosserra foram apreendidos, bem como fiscalizados pontos de extração de recursos naturais e minerais.

No norte do Estado do Piauí, foram identificados 5 pontos de extração ilegal de minérios, sendo 1 em Piracuruca e 4 em Parnaíba, onde 6 pessoas foram Presas.

Destaca-se ainda a apreensão de 20 Caminhões com cargas ilegais de madeira minérios, onde até leite estava sendo transportado sem o mínimo de cuidado.

A PRF segue a Operação até um quinta-feira (05/05) nos Estados do Piauí e Maranhão, reprimindo uma prática de crimes ambientais, protegendo a fauna, flora e recursos minerais da região, levando segurança com cidadania a toda a sociedade.


Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Presas 44 pessoas e apreendidos mais de 80 animais em Operação (Crédito: PRF)
Fonte: PRF