Presidiário comete dois crimes bárbaros depois de ganhar indulto

Segundo a polícia, ele teria estuprado uma mulher e matado o marido dela

Um presidiário é suspeito de cometer dois crimes bárbaros após receber indulto de Dia das Mães. Segundo a polícia, o homem é investigado pelo estupro de uma mulher e pela morte do marido dela.

O homem tinha saído de um presídio em Marília, no interior de São Paulo. Em Bragança Paulista, também interior, ele foi a um bar, onde conheceu o casal morto. Com outros amigos, ele foi à casa das vítimas, para uma confraternização.

Lá, o homem teria arrumado a primeira confusão. De acordo com a o delegado João Valle, o detento teria elogiado a mulher. O marido teria pedido educadamente para o criminoso se retirar da casa.

Quando voltou a casa, mais a noite, o crime já estava premeditado. Segundo a polícia, ele pulou o muro e percebeu que o vidro estava aberto. Ao entrar na casa, discutiu com Fabiano, que colocou a esposa em um dos quartos. Durante a briga, o criminoso matou o marido, invadiu o quarto e violentou a mulher.

Ainda de acordo com o delegado, foi feito exame de DNA e já foi constatado o estupro. A Polícia Civil afirmou que não há dúvida de que o homem é o criminoso.

Os familiares das vítimas estão revoltados porque o homem teve direito de deixar a cadeia.

Fonte: r7