Preso 2° suspeito por morte de criança

Gabriela teve morte cerebral dois dias após o assalto.

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira Jair Palomino Gomes Júnior, 19 anos, o segundo suspeito de participar de um assalto a um condomínio de luxo em Rio Claro (SP) que acabou na morte da menina Gabriela Nunes de Araújo, 8 anos, no dia 19 de maio. O suspeito de realizar o disparo que matou a criança, um adolescente de 17 anos, já havia sido apreendido no dia 23 de maio e alegou que o tiro foi acidental.

Gabriela teve morte cerebral dois dias após o assalto. Com autorização da família, os órgãos foram retirados para transplante e o corpo da criança foi enterrado no dia 22 de maio no cemitério Parque das Palmeiras, em Rio Claro.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Gomes Júnior foi preso às 6h15 desta manhã em um conjunto habitacional de Rio Claro.

O crime

Durante a tentativa de assalto, provavelmente após pular o muro de 3 m de altura e driblar a segurança do condomínio, dois homens entraram na casa e renderam a empregada, Gabriela e a irmã gêmea. Um dos homens abriu uma gaveta e o alarme disparou.

O suspeito teria se assustado e atirado, atingindo a cabeça da criança. O pai das meninas, Vítor Araújo, diretor de uma empresa local, não estava em casa. Na fuga, os suspeitos teriam rendido um homem e roubado o carro dele. O veículo foi abandonado na rodovia Washington Luis (SP-310). O condomínio em que a menina morava tem câmeras e cerca elétrica; nada funcionou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br