Preso em SP homem que enterrou 'garota de programa' viva no PI

O cadáver estava enterrado numa cova rasa, em uma casa de taipa.

A polícia prendeu, em São Paulo, um homem identificado apenas como Maurício Santos Moura, acusado de enterrar viva uma mulher conhecida por Joana D’arc, na zona rural de Aroeiras do Itaim, município distante 337 km de Teresina. O crime ocorreu em julho de 2014.

De acordo com informações da Polícia Civil, o cadáver estava enterrado numa cova rasa, dentro de uma casa de taipa, e, segundo a polícia, encontrava-se em avançado estado de putrefação.A vítima, segundo o delegado do caso, era garota de programa.

“Maurício foi indiciado e tinha mandado de prisão contra ele aqui na comarca de Picos por ele ter matado a garota de programa Joana D’arc. O fato ocorreu em Aroeiras do Itaim quando ele ceifou a vida da jovem com golpes com enxada e a enterrou ainda viva na sala de sua residência", afirmou o delegado.

Maurício Santos Moura foi capturado em São Paulo (Crédito: Grande Picos)
Maurício Santos Moura foi capturado em São Paulo (Crédito: Grande Picos)

Entenda o caso

No dia 30 de julho de 2014, a polícia encontrou o corpo de uma mulher que teria sido enterrada viva na zona rural de Aroeiras do Itaim, município distante 337 km de Teresina.

O cadáver estava enterrado numa cova rasa, dentro de uma casa de taipa, e, segundo a polícia, encontrava-se em avançado estado de putrefação. A polícia relata ainda que o braço para fora é um indício de que a mulher teria tentado sair da cova, o que reforça a hipótese de que ela foi enterrada viva.

A confirmação dessa tese veio através da necrópsia. O exame apontou a presença de terra nas vias respiratórias da mulher, ratificando a morte por asfixia.

Casa de taipa onde o corpo foi encontrado
Casa de taipa onde o corpo foi encontrado


Fonte: Portal Meio Norte