Preso falso piloto de avião que chantageava mulheres por sexo

Preso falso piloto de avião que chantageava mulheres por sexo

As investigações apontaram que Freitas usava a fotografia de um modelo profissional e o nome Eduardo Fadul

A Polícia Civil da Bahia desmascarou um homem que se passava por piloto de avião bem sucedido para seduzir mulheres pela internet. Após obter informações pessoais das vítimas, o suspeito, de acordo com a polícia, as forçava a ter relações sexuais com ele. O corretor de imóveis Lucas Francisco Pinheiro Freitas, 29 anos, foi apresentado nesta quinta-feira na Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Dreof), em Salvador.

As investigações apontaram que Freitas usava a fotografia de um modelo profissional e o nome Eduardo Fadul no perfil falso criado no Facebook. No primeiro contato virtual com as mulheres, ele instalava um programa nos computadores das vítimas que capturava imagens e sons sempre que elas ligavam o equipamento.

Com o conteúdo - fotografias, vídeos, registro de conversas íntimas com ele ou outras pessoas, o corretor se apresentava às vítimas com um novo disfarce. De acordo com a polícia, o corretor se identificava como Gustavo Moura e ameaçava divulgar o material caso as mulheres não fizessem sexo com ele.

Freitas foi preso na terça-feira, após denúncia de uma das mulheres, uma engenheira de 32 anos, que marcou um encontro para que o flagrante fosse feito. Ele foi surpreendido pela polícia quando entrava no carro da vítima em um shopping na avenida Tancredo Neves. Com ele, foi apreendido um notebook com fotos e vídeos íntimos da engenheira.

Freitas confessou, na delegacia, ter enganado outras duas mulheres, entre 25 e 35 anos, mas não revelou as identidades. Autuado por tentativa de estupro e interceptação ilegal, ele ficará na carceragem do Complexo Policial da Baixa do Fiscal à disposição da Justiça.

Fonte: Terra