Preso suspeito de assédios ao fingir ser diretor de TV

Preso em Brasilia

Um homem foi preso na quarta-feira, em Brasília, por meio de mandado de prisão, acusado de posse sexual e atentado violento ao pudor mediante fraude. Segundo a Polícia Civil, Amilton Basílio se passava por diretor de dramaturgia da Rede Globo, de nome Wedher, para abordar jovens e adolescentes com a promessa de serem contratadas como atrizes em troca de sexo.

Utilizando um crachá falso e um livro de preços da emissora, ele oferecia um contrato, pelo prazo inicial de seis meses, com salário de R$ 29 mil, para atuação em uma minissérie que seria rodada na cidade.

Basílio confessou que abordou 20 meninas nos últimos dois meses. Duas delas foram identificadas e confirmaram o ocorrido.

Fonte: AE