Preso suspeito de comemorar morte de policial no Facebook

Preso suspeito de comemorar morte de policial no Facebook

Os policiais chegaram até o suspeito por meio de denúncias de moradores.

Um homem foi preso por policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Fazendinha, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, após comemorar a morte da PM Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, que foi baleada durante ataque à UPP Nova Brasília, também no Complexo do Alemão, na última segunda-feira (23).

Os policiais chegaram até o suspeito por meio de denúncias de moradores da comunidade. Ele foi levado para a Delegacia da Penha (22ª DP) para prestar esclarecimentos e depois para a Delegacia de Irajá (38ª DP).

O Disque-Denúncia informou na quarta-feira (25) que, até as 18h, já havia recebido 42 ligações com informações sobre o ataque de traficantes à base da UPP Nova Brasília.

Também na noite de quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff divulgou nota lamentando a morte da policial. No texto, a presidente disse que "transmite sua solidariedade a toda a corporação da PM e à população do Rio de Janeiro e sua especial solidariedade e carinho à família da policial, nesse momento de tristeza".

Na manhã de terça-feira (24), a Secretaria Estadual de Segurança Pública divulgou uma nota pedindo que a população do conjunto de favelas denuncie os autores do ataque à unidade.

"Convocamos a população dos Complexos do Alemão e da Penha e do Morro do Adeus/Baiana a colaborar com a Polícia Militar, através do Disque-Denúncia (0xx21 2253-1177) e do 190, fornecendo informações que possam levar à localização e prisão dos criminosos responsáveis pela morte da soldado Fabiana", diz um trecho do comunicado.

O coronel Rogério Seabra, coordenador das UPPs, disse que o ataque à sede da UPP Nova Brasília não altera os planos da polícia para pacificar a região. O oficial reconheceu que ainda há bandidos armados nas comunidades, ocupadas desde novembro de 2010, mas ressaltou que a polícia não vai recuar e agirá contra eles.

Já foram instaladas três UPPs no Complexo do Alemão (Nova Brasília, Fazendinha e Alemão), a UPP Adeus/Baiana e mais duas UPPs no Complexo da Penha (Fé/Sereno e Chatuba). Em breve, conforme a secretaria informou, serão inauguradas mais duas UPPs no Complexo da Penha: Parque Proletário e Vila Cruzeiro.

Policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), do BPChoque (Batalhão de Choque) e do Batalhão de Irajá (41º BPM) fizeram uma operação na quarta-feira para tentar encontrar criminosos que teriam fugido do Alemão para a favela. Dez suspeitos foram presos.

Fonte: r7