Preso suspeito de envolvimento na morte de estudante da FGV

Preso suspeito de envolvimento na morte de estudante da FGV

Rapaz foi preso em Cascavel, a 150 km da fronteira com Argentina e Paraguai.

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil de Curitiba informou que prendeu, neste sábado (5), um suspeito de estar envolvido no ataque a tiros contra dois universitários da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo, no mês passado, crime que resultou na morte de um dos estudantes e que provocou ferimentos graves em outro.

Segundo o Cope, o suspeito foi localizado e detido em Cascavel, no oeste do Paraná, a cerca de 500 km de Curitiba e 150 km de Foz do Iguaçu, na fronteira com Cidade do Leste, Paraguai, e Puerto Iguazú, Argentina.

A Polícia Civil, porém, não revelou detalhes da operação e informou que irá apresentar o suspeito, que tem 19 anos, na sede da Cope em Curitba, neste domingo (6).Dois alunos FGV foram baleados no dia 23 em um bar próximo à faculdade, na Avenida Nove de Julho, no Centro de São Paulo. O estudante Júlio César Grimm Bakri, de 22 anos, morreu no ataque, e Christopher Akio Cha Tominaga, 23 anos, acabou ferido gravemente e está internado.

O crime, segundo investigação da Polícia Civil de São Paulo, teria sido motivado por ciúmes e vingança (veja ao lado reportagem do SPTV sobre o caso), e foi praticado por dois jovens que usaram uma moto para ir ao local, onde ao menos 15 tiros foram disparados.

Um suspeito foi preso, e, segundo a polícia, teria confessado participação dele e de um irmão no crime. Mas o irmão do rapaz permanecia foragido.

Fonte: g1, www.g1.com.br